Testes diagnósticos para demência

Demência é um termo que abrange um conjunto de doenças do cérebro que afetam progressivamente a capacidade de pensar e viver de forma independente. Os sintomas da demência são resultado da perda de células e de suas conexões no cérebro. A doença de Alzheimer é a causa mais comum de demência.
Os sintomas que uma pessoa com demência irá desenvolver depende de qual região do cérebro a doença está afetando. Por exemplo, em seus primeiros estágios, a doença de Alzheimer afeta o hipocampo, responsável pelo armazenamento das memórias de nossas vidas, e por esta razão, os pacientes apresentam problemas de memória precocemente. Em comparação, a demência fronto-temporal afeta a área frontal do cérebro em primeiro lugar e como resultado, os pacientes apresentam alterações da personalidade e dificuldade de planejamento da vida muito antes de apresentarem problemas na memória.
Nós diagnosticamos demência aferindo sistematicamente as funções de diversas regiões cerebrais usando testes cognitivos, que avaliam funções como memória, cálculo, percepção visual, alterações da personalidade, etc. É claro que uma avaliação exaustiva das funções cognitivas demandaria horas com os pacientes, e os médicos se interessam por testes mais breves.

Pesquisadores publicaram uma revisão sistemática de testes rápidos (até 20 minutos) para detecção de demência e puderam incluir 149 estudos, que avaliaram 11 testes diagnósticos em cerca de 40.00 pessoas em todo o mundo. As melhores performances foram:

mini mental

 

• “Mini-Cog”, um teste de 5 minutos (9 estudos)
• “ACE-R”, um teste de 20 minutos (13 estudos)
• “Mini-Mental”, um teste de 10 minutos (108 estudos)

 

Os autores ressaltaram – e essa foi uma das principais motivações para conduzir o estudo – que o “Mini-Mental” é um teste de propriedade privada, paga-se pelo seu uso, enquanto os outros dois são livremente disponíveis. Os autores não informaram quantos estudos foram conduzidos pelo “proprietário” do “Mini-Mental”, mas dada a profusão de estudos com este teste, esta proporção deve ser grande.

Confira o resumo do artigo aqui:
Cognitive Tests to Detect Dementia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *