Eletrochoque

A eletroconvulsoterapia tem defensores e detratores em igual medida. Existe evidência científica robusta de sua efetividade no tratamento da depressão grave, mas os efeitos adversos cognitivos, especialmente na memória, limitam muito seu uso. No passado, a eletroconvulsoterapia era muito mais usada do que é hoje, e muitos indivíduos a experimentaram mais como punição do que…