Medicamentos com efeitos anticolinérgicos e demência

demencia anticol
Imagem: reprodução

O chamado “efeito anticolinérgico” é comum a várias classes de medicamentos e decorre da ação de bloqueio da atividade de um neurotransmissor, a acetilcolina, presente no sistema nervoso central e periférico. Em alguns casos, como nos medicamentos para tratar a Doença de Parkinson, esta é a ação principal do medicamento. No entanto, muitas vezes este é apenas um efeito colateral de fármacos utilizados como antialérgicos, antieméticos, relaxantes musculares, entre outros.  Neste link há uma lista de medicamentos com ação anticolinérgica.

Há uma década, pesquisas epidemiológicas já apontavam para uma associação entre o uso de medicamentos com efeitos anticolinérgicos e prejuízo cognitivo, com aumento do risco de demência. Em 2013, um estudo indicou que o uso contínuo de medicamentos com forte efeito anticolinérgico por 60 dias causava problemas cognitivos. Já aqueles com efeito mais fraco levavam 90 dias para causar o mesmo prejuízo.

Uma nova pesquisa, utilizando pela primeira vez técnicas de imagem cerebral, vem confirmar este risco. Neste estudo (veja aqui o resumo), os cientistas selecionaram 451 participantes idosos sem demência, 60 dos quais estavam tomando ao menos um medicamento com efeito anticolinérgico médio ou alto. O objetivo foi investigar a relação entre o uso desses medicamentos e cognição, metabolismo da glicose (um marcador da atividade neuronal) e atrofia cerebral.

Como resultado, pacientes que tomavam medicamentos anticolinérgicos se saíram pior nos testes cognitivos de memória e de funções executivas – como debate verbal, planejamento e solução de problemas. O cérebro destes pacientes também apresentou tamanho reduzido e lentificação do metabolismo da glicose. A conclusão é de que, dadas as evidências, os médicos deveriam considerar outras alternativas medicamentosas para pacientes idosos.

Uma resposta para “Medicamentos com efeitos anticolinérgicos e demência”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *