Exercícios aeróbicos melhoram os sintomas cognitivos da esquizofrenia

cartmanworkout
Imagem: reprodução

A esquizofrenia afeta principalmente a motivação e o pensamento dos indivíduos acometidos, mas sintomas de prejuízo cognitivo (na memória, na atenção e no desempenho social) são comuns e contribuem muito para a piora da qualidade de vida. Os medicamentos utilizados no tratamento (antipsicóticos e outros) têm pouco ou nenhum impacto na melhora da cognição. Os resultados mais promissores apontavam para a terapia de remediação (ou reabilitação) cognitiva, que consiste em solucionar problemas para treinar as funções cognitivas. No entanto, as melhoras modestas obtidas com a técnica não se mantêm, perdem-se com o tempo.

Nesta área carente de intervenções eficazes, uma revisão sistemática procurou avaliar o efeito do exercício físico sobre a cognição em pessoas com esquizofrenia, explorando quais seriam as funções cognitivas mais sensíveis à pratica de exercícios. Apenas 10 estudos, totalizando 385 participantes, puderam ser incluídos na revisão. A maioria destes testou exercícios aeróbicos e os resultados surpreendem pela consistência e robustez. Todos os estudos apontaram na direção de melhoria substancial das funções cognitivas com a prática de exercícios, quando comparada a todas as outras intervenções testadas. Os resultados são ainda melhores se a prática de exercícios é supervisionada por um profissional, e o benefício aumenta com a maior duração semanal da atividade. Os domínios mais beneficiados foram o desempenho social, a memória e a atenção.

Estudos em indivíduos saudáveis indicam que os efeitos mais promissores para a manutenção do desempenho cognitivo vêm de intervenções que combinam demandas físicas com demandas cognitivas, e a pesquisa em animais sugere que isso se deve ao fato de que o exercício físico e o aprendizado são duas tarefas com efeitos neurogênicos independentes e complementares. A combinação das duas atividades aumenta em 30% a quantidade de neurônios novos em comparação com o efeito de cada uma isoladamente. Portanto, embora ainda não se saiba o porquê, a melhor intervenção para deter o declínio cognitivo em pacientes esquizofrênicos é a combinação de exercícios físicos e exercícios de aprendizado.

Confira aqui a revisão:
Aerobic Exercise Improves Cognitive Functioning in People With Schizophrenia

2 respostas para “Exercícios aeróbicos melhoram os sintomas cognitivos da esquizofrenia”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *